Bill S.978 ameaça também aos gamers na internet

Leitores, essa postagem faz parte de um sensacionalismo que trombei na internet. Por isso, recomendo ler está notícia do Gamevicio, sugerida no comentário pelo DDD.

Bill S.978, a proposta de lei norte-americana que torna ilegal a reprodução de vídeos de games com direitos autorais na internet sem permissão. Ou seja, a reprodução de cenas, reviews e detonados dos games na net se tornam ilegal sem a permissão das produtoras.

Se alguém postar 10 vídeos no período de 180 dias e tenham lucro igual ou maior que U$2500,00 no ano, deverão pagar multa de U$5000,00 ou mais. Essa lei basicamente adiciona os vídeos de games aos de mídia televisiva na internet (YouTube por exemplo), proibindo sua reprodução na internet.

Se aprovado, fica obvio que:
você quer detonados de um game? Pague
Gostaria de expressar sua opinião sobre um game? Torça para não gerar lucro com publicidade no YouTube, lucro esse que você nem vê.
Cenas do jogo? Só em sites oficiais, que mostram apenas o que eles desejam que você veja, é claro

O grande problema: grandes produtoras destes vídeos lucram com isso, trazendo aos gamers informações de confiança e para os games, mais e mais compradores.

Com certeza essa lei não parte apenas das produtoras, afinal estes vídeos trazem muitos novos compradores, qualquer comprador quer saber uma opinião detalhada e ainda em vídeo do tal game que está comprando. Acredito que esta lei vem do mercado de música (afinal, que gamer nunca viu um vídeo não oficial de um game com música famosas?) e televisivo, artistas cada vez mais desesperados para lucrar com suas músicas, seriados e filmes num mercado extremamente competitivo e completamente virtual (sem falar a facilidade de encontrar albuns, seriado e filmes nos torrents).

Vejo isso como mais uma medida desesperada do mundo musical e televisivo (Que nasceram antes da internet) que andou vendo tudo aparecendo no YouTube.

Confira um vídeo (em Inglês) que explica a medida:

Link:
A lei detalhada: http://www.govtrack.us/congress/billtext.xpd?bill=s112-978
Para protestar: http://act.demandprogress.org/letter/ten_strikes?akid=700.450896.5hVZPC&r… 

Anúncios

Angry Birds faz sucesso com pouco

Angry Birds, o jogo que virou febre, principalmente para quem tem um iPhone, iPad ou celulares com Android. O game de gráficos simples em 2D não fica atrás em diversão dos games com super gráficos 3D disponíveis no mercado. O jogo é simples, atirar pássaros em porcos verdes, exterminando todos para passar de nível. As fases são muito bem elaboradas, e algumas, com a estratégia certa, é necessário apenas um pássaro para vencer o level.

A Rovio (produtora do game), registrou 140 milhões de downloads em 16 meses, uma marca gigantesca para games para mobile. Hoje o game já conta com versão Halloween e versão promocional do filme RIO.

Outro game parecido (graficamente) com o Angry Birds é Plants vs Zombies, com gráficos em 2D simples que conquistaram o publico de PCs e Macs. O game é da PopCap games, produtora de outros sucessos como ZUMA e Bejeweled, que valem a pena conferir.

No game, você deve impedir que os zombies cheguem em sua casa (para comer seu cérebro) cultivando seu jardim com plantas lançadoras de projeteis, seguindo a moda RPG, algo muito “non-sense” em minha opinião, mas que funcionou muito bom para conquistar o jogador, principalmente quando aparece Michael Jackson dançando Thriller (personagem que teve de ser retirado recentemente).

Outro game que conquistou a rede social Facebook é o Citty Ville, parecido com Sim City com a interação de seus amigos.

O que me interessa nesse sucesso de games com gráficos simples e temáticas banais é o sucesso. A tempos vemos as grandes produtoras de games batalhando com gráficos em 3D dignos de cinema, com roteiros e histórias impecáveis, mas que ficam presos a mesmice de sempre (jogos de tiro e carros, que dominam o mercado) e ainda deixam os preços elevados, mas, quando jogamos estes games citados nesta postagem, percebemos que não são apenas os gráficos que estão conquistando os players, mas a diversão dos detalhes que, mesmo simples, colocam o sorriso na cara de qualquer um e, claro, aliviam no bolso, pois são jogos super baratos e até gratuitos (Angry Birds para Android).

OBS: Fiquei afastado do blog por causa do meu TCC, agora terei tempo para me dedicar novamente, promessa!

Game estilo LEGO

Quem nunca gostou de brincar com LEGO? Pois para os amantes de LEGO e que gostam de games, existe Minecraft.

Minecraft é um jogo de blocos, onde você não tem missão alguma, apenas viver numa ilha remota sozinho, construir o que bem entender e sobreviver aos monstros que aparecem a noite (meio ilha de LOST eu diria), confira o trailer:

Desenvolvido em 2009, o jogo já ganhou vários jogadores fiéis, e já teve espaço até na E3. Anunciaram a pouco tempo que o Minecraft vai ganhar versão para Xbox360. O game está disponível para PC, MAC e Linux.

Os gráficos realmente não são magníficos, mas a imersão do game transporta o jogador para a ilha, é realmente um jogo muito gostoso de jogar e sem limites.

No jogo, você deve coletar materiais (como madeira, carvão, ferro etc) e pode mistura-los para criar ferramentas, materiais e até sistemas elétricos.

As ilhas são geradas a partir de números, que você pode escolher ou deixar o computador fazer isso, gerando um cenário quase que infinito e sempre diferente.

Vale a pena experimentar a versão gratuita, onde você possui todos materiais ilimitados, se gostar, a versão paga possui toda a jogabilidade comentada.